sexta-feira, julho 23, 2004

No palco, outra vez



Pois, Cristóvão. Mas o homem, ou o que resta dele, ainda se arrasta para as tábuas. E, o que é mais difícil, sem dentes. FMS