segunda-feira, outubro 24, 2005

QF@Frágil: Uma Rambóia do Camandro II





Como já se disse, e como se vê, o Quase Famosos levou até ao Frágil um belíssimo séquito de gente gira (e também o Nuno Costa Santos), que não desperdiçou a oportunidade de abanar a anca ao som da selecção de rumbas, mornas, tarrachinhas e coladeras que os DJs de serviço resolveram oferecer.

3 Comments:

Anonymous enp said...

É impressão minha ou o John John veio à festa? (na primeira chapa a contar de baixo, ao fundo à direita)

12:44 da tarde  
Blogger Raitxe said...

Aposto que o Nuno estava a fazer queixinhas ao menino de casaco encarnado: "Oh pá, já viste isto meu? Estes disco jokas são memo maus. Eu queria Bang Bang Rock and Roll all night long e fui despejado da cabine. Assim não brinco".
p.s Bro, essas olheiritas parece-me resultado de mta escrita nocturna, mais ramboiada e Rodriguinho impertinente à mistura, ou não? ;)
Beijinhos

1:47 da tarde  
Anonymous ncs said...

Nem mais, Raitxe! Nem mais. Tudo junto deu neste aspecto melancólico-miserável. Só falta dizer que por não me terem deixado brincar aos Art Brut cheguei a lançar um "arrebenta o jogo". Mas a festa, sabe-se lá como, continuou. Vê se apareces para a próxima! Beijinho, Nuno

11:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home