sexta-feira, novembro 11, 2005

recriando o Outono escandinavo

Em 1974, o Festival da Eurovisão dava a conhecer a uma geração apaixonada por calças à boca de sino dois casais suecos com fatiotas extravagantes, que com “Waterloo” iniciavam uma produção industrial de êxitos trauteados em elevadores do mundo inteiro. Algumas décadas depois, o espírito nostálgico dos anos 90 descobria os ABBA no baú das recordações e elevava-os a objecto de culto entre pessoas que anteriormente tinham sido condenadas a esconder o seu passado musical infantil. Pessoas como eu, numa época em que ainda tinha que vestir as roupas dos meus irmãos mais velhos, e me recordo dos fins-de-semana em que o meu pai iniciava o ritual de escuta de uma edição especial da Reader´s Digest com quatro vinis da banda. Confesso que agora também gostaria de ter um filho, para lhe apresentar os parentes afastados dos reis do kitsch enquanto tomávamos um chá de tília.

Para honrar a tradição familiar também o iniciaria assim na escuta de música da Escandinávia, onde nos últimos anos surgiu uma cena extremamente produtiva. Dar-lhe-ia a ouvir as guitarras suecas dos Mando Diao, por exemplo. Ou a batida densa dos dinamarqueses Figurines, com o seu som muito indie influenciado pelos Pavement. E, quando estivesse mais preparado para uma rockalhada com forte consciência política, uns The (International) Noise Conspiracy. Destas três bandas, os Mando Diao são aqueles que têm vindo a alcançar o maior reconhecimento no estrangeiro. Expondo uma dose suficiente de arrogância para alcançar o estatuto rock´n´roll (e que os leva a afirmar que serão maiores que os Beatles), os Mando Diao lançaram até ao momento dois discos (“Bring ´em in” e “Hurricane Bar”), em que é audível o espírito dos anos 60 (The Kinks, The Who) transferido para uma garagem num bairro de Estocolmo.

Mas não são só as guitarras amplificadas que fazem suspirar os vizinhos nórdicos. Numa região em que se vive na escuridão quase completa durante uma grande parte do ano, é natural que as almas mais sensíveis se refugiem na música para expressar a sua tristeza em sofás da Ikea. “The cold swedish winter is right outside / and I just want somebody to hold me through the night“ canta Jens Lekman, alguns anos depois de os noruegueses Kings of Convenience terem decretado que “quiet is the new loud”, dando início à cena neo-folk de Bergen. E são os silêncios mais ou menos barulhentos que melhor descrevem a música de Nicolai Dunger, compositor das baladas de “Tranquil isolation”, em colaboração com Will Oldham. A banda sonora ideal para quem pretende recriar um Outono escandinavo (sem as elevadas taxas de suicídio locais).

(publicado no suplemento SARL do Jornal dos Açores)

cinco sugestões pessoais nórdicas:


Jens Lekman, When I Said I Wanted To Be Your Dog [2004]









Mando Diao, Bring 'em in [2002]










Nicolai Dunger, Tranquil Isolation [2004]










Figurines, Skeleton [2005]










The Cardigans, Life [1995]









REC

11 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Definetely a winning blog! the creator must be a winner too... I wish someone would give me some tips on my sites so I could make them great like this.
I have a surf shirt rashguards site mostly about surf shirt rashguards related stuff. My real interest is in blogs; trying to make mine better so feel free to stop by.

~ good job / keep it up!

5:38 da tarde  
Anonymous fms said...

Ricardo,
Tiraste-me a oportunidade de falar dos Mando Diao no QF pela 1ª vez. São muitíssimo bons. Quanto ao resto, só conheço bem os Cardigans. E o "Life" é um dos meus Top 20. A partir daí, continuaram bons, mas sempre a descer.

7:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Acrescentaria, ainda, The Concretes - Layourbattleaxedown (2005).

9:09 da tarde  
Anonymous Pedro said...

Que tal três albuns escandinavos bem mais recentes :

01. Oh you're so silent Jens! - Jens Lekman

02. Sing along with .. - Acid House Kings

03. Northern drive - The Young Tradition

.. Todos de 2005.

9:30 da tarde  
Anonymous Ricardo Saleiro said...

Peço imensa desculpa mas os mando Diao não acrescentam nada. Ou se calhar não engracei na altura com eles. http://gumedefaca.blogspot.com/2005_06_01_gumedefaca_archive.html

11:14 da tarde  
Blogger Ricardo said...

Caro Francisco,
volta a escrever sobre os tipos, fala do "Hurricane Bar" (e já agora empresta-mo, porque acho que o perdi). Abraço

1:13 da manhã  
Blogger Ricardo said...

Caro Pedro,
as minhas sugestões são relativas aos discos nórdicos que mais tenho ouvido ultimamente, sem serem necessariamente actuais. Não foram incluídas no texto para o Jornal dos Açores, até porque aí falo de discos mais actuais que o "Life".
Mas obrigado pelas propostas musicais (ainda não tenho o último do Lekman e confesso que não conheço os The Young Tradition).

1:22 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

obrigada pelas dicas!
o Jens é um dos meus favoritos, foi a companhia perfeita numa viagem à Suecia!
há tb um Sondre Lerche a acrescentar à lista!

s, a escandinava

12:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Depois de "Oh you're so silent Jens!", foi ainda lançado, há pouco tempo, um EP a propósito da Tour pelos EUA e que, semelhança de todos os outros, dispensa comentários. Ideal para viagens, sim, principalmente aquelas em que não é preciso sair do lugar.

6:03 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

boas dicas, obrigada. o texto está bom, sim senhor. vou passar a entrar mais vezes aqui.

12:20 da manhã  
Anonymous Horse sence said...

Hello, I have a fairly new website that has been online for about 8 months. I looked at alot of websites that are in my area breyer horse ornament . I have done the internet MLM thing and really got disgusted at the whole thing. So my wife and I thought since we love horses we should build a website around that. We have done pretty good so far but I always want to improve. I didn;t realize it would be so time consuming though. But we love it and hope to improve and offer some of the best recourses and products available. Hence the search for content new products and information about what we have.

Thank you for your BLOG.

Regards,

breyer horse ornament

6:40 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home