sexta-feira, maio 12, 2006

mais uma razão para ser feliz


No ano passado, pudemos ver os Arcade Fire. Este ano, a principal razão para peregrinarmos a Paredes de Coura chama-se Stephen Patrick Morrissey, nascido a 22 de Maio de 1959 em Manchester. O mesmo que assustou o Senhor Rodrigues, famosos barbeiro da Estrela, quando aos 14 anos apareci com uma fotografia a pedir um penteado igual.

Além disso, os Yeah Yeah Yeahs, cujo último disco (Show Your Bones) não tem parado de encantar os meus vizinhos. E ainda Bauhaus (noto uma certa antiguidade nos seus discos, mas a minha amiga Rosa gosta), Fischerspooner, !!!, Shout Out Louds e os White Rose Movement (a nova coqueluche de uma certa elite musical, mas ainda não me convenceram).

Encontramo-nos por lá entre os dias 14 e 17 de Agosto (eu sou aquele com uma t-shirt dos Wedding Present). REC

p.s. as fotografias antigas comprovam que o barbeiro não tinha jeito nenhum para penteados morrissianos

13 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Até que enfim!!
Já agora, alguém que me elucide: este senhor nunca tocou em Portugal pois não?

11:40 da manhã  
Blogger Ricardo said...

eu não estava cá, mas acho que por volta de 1999/2000 já foi cantarolar ao Coliseu.

12:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Engraçado... não tenho ideia nenhuma dessa actuação!

3:59 da tarde  
Blogger João Pedro said...

É verdade: Morrissey actuou nos coliseus de Lisboa e Porto em Outubro de 99.

Espero não o perder agora: é que estive em Paredes de Coura na mesma noite em que os Arcade Fire tocaram e perdi a actuação, devido a um lamentável atraso. Mas o grande objectivo também era ver Mr. Franck Black & Co. (que também vai regressar).

2:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

A este último cheguei a tempo, portanto ementa completa Arcade Fire - jantar - Pixies!!

3:13 da tarde  
Blogger Gata Vadia said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

10:37 da tarde  
Blogger Gata Vadia said...

2006 é um ano de muita felicidade!! Depeche Mode, Bauhaus, Sisters of Mercy, Kings of Convenience, Belle and Sebastian, Pixies e Morrissey! Pra mim, só falta um concerto para tornar este ano insuperável: PULP! Mas nada se ouve em relação a estes últimos... O Jarvis Cocker ainda vai tendo umas participações nalguns projectos mas nada se ouve acerca de um possível regresso.. nem que fosse para uma Final Tour
:(
valham-nos os restantes...

10:38 da tarde  
Anonymous shoplifter said...

O concerto que Morrissey deu por cá, do qual não guardo as melhores recordações, foi em Outubro de 1999. Curioso que na altura o Coliseu não esteve sequer perto de encher... Mas desta vez também vou, sobretudo pelos YYYs, e também vou levar uma t-shirt dos Wedding Present! Tá prometido!

6:53 da tarde  
Anonymous David said...

"noto uma certa antiguidade nos seus discos, mas a minha amiga Rosa gosta"

Utilizar o nome Rosa e antiguidade na mesma frase pode dar azo a muito celeuma.
Cá para mim... não leves a tenda para paredes de coura que não é preciso.

12:32 da tarde  
Blogger Ricardo said...

david,

se não disseres nada à rosa, pago-te uma rodada de pão com chouriço e ketchup. E aproveito para reservar o quarto com a vista para o café.

6:26 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Para começar, o nome de Morrissey é Steven Patrick Morrissey e não Stephen, como erradamente aqui foi dito.Depois, em Outubro de 1999, Morrissey veio, pela primeira vez a Portugal, cantando no Porto e depois em Lisboa, nos respectivos coliseus;Havia publico suficiente, no sentido de grandes fãs, presente nesses concertos; Caso para dizer, somos poucos, mas bons!
Até houve um encontro de fãs no Porto, meses depois.

6:44 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

É Stephen.

10:25 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Anonymous de cima diz:
Afinal é mesmo Steven, porra. "Ouija Board, Ouija Board": "S-T-E-V-E-N".

11:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home